O que você procura
você está no Hospital Rios D'Or
Hosp Badim
Hosp Bangu
Hosp Barra D'Or
Hosp Caxias D'Or
Hosp Copa D'Or
Hosp Esperança Olinda
Hosp Esperança Recife
Hosp Israelita
Hosp Niteroi D'Or
Hosp Norte D'Or
Hosp Oeste D'Or
Hosp Quinta D'Or
Hosp Rios D'Or
Hosp São Marcos
HOSPITAL SANTA LUZIA
Mudar hospital

Qualidade no atendimento



O Hospital ocupa uma área de aproximadamente 10 mil m2 em Jacarepaguá, Zona Oeste do Rio, possui mais de 200 leitos, entre os setores de internação, terapia intensiva, semi-intensiva e emergência, para pacientes adultos e crianças.
 
Inaugurado em março de 2009, o Hospital Rios D'Or (RJ), unidade pertencente à Rede D’Or São Luiz, deu um passo importante no cumprimento de sua missão de “ser um hospital de excelência para cuidar das pessoas”: passou a integrar o seleto grupo de hospitais acreditados pela Joint Commission International (JCI), representada exclusivamente no Brasil pelo Consórcio Brasileiro de Acreditação.
 
 
Confira abaixo entrevista com  a enfermeira e coordenadora da Qualidade do hospital, Caroline Lima de Mattos Canto, sobre a importância da acreditação.
 
 
 
O Hospital Rios D'Or recebeu seu primeiro selo de qualidade ao ser acreditado pela Joint Commission International (JCI), em maio último. Por que escolher a acreditação internacional da JCI/CBA?
 
A Acreditação JCI para o Hospital Rios D’Or foi uma decisão estratégica da alta liderança da Rede D’Or São Luiz, tendo em vista toda a expertise desta instituição avaliadora, líder mundial em acreditação em padrões de qualidade assistenciais e administrativos.
 
Quais as dificuldades enfrentadas para atender os padrões do Manual de Acreditação da JCI para Hospitais?
 
O grande desafio para a instituição, no início, era promover a visão integrada de todos os padrões. Para isso, nos organizamos em “TIMES” assistenciais e administrativos multidisciplinares, o que permitiu a melhor compreensão e implementação dos padrões de qualidade. O desafio atual é manter o “TIME” com o mesmo foco, mesmo ritmo na busca contínua por melhorias.

Entre as melhorias implementadas de maior impacto para a segurança do cuidado podemos destacar os protocolo de dor, RPA (Recuperação Pós-Anestésica), políticas e procedimentos para as Metas Internacionais de Segurança do Paciente.

Até hoje, apenas o Copa D’Or era o único hospital da Rede D’Or, e também entre os hospitais associados, a ser acreditado pela JCI. O que representa essa conquista do Rios D’Or?
 
Ser o segundo hospital da Rede a ser acreditado pela JCI é motivo de orgulho para um hospital jovem como o nosso que, aos cinco anos de inauguração, torna-se hoje referência de qualidade no atendimento ao paciente no contexto nacional e internacional. Ao longo deste período, da preparação até a conquista do selo, percebemos o quanto evoluímos em nossos processos. 
 
Em 2013, o Dr. Jorge Moll, responsável pela criação da Rede D’Or, declarou em entrevista, que a acreditação torna o hospital mais seguro, ajudando na melhoria dos processos e no trabalho em equipe multidisciplinar. Quais resultados foram obtidos nesses aspectos?
 
Resultados importantes foram identificados com a implementação das Metas Internacionais de Segurança em nossa instituição. Com base nos propósitos do manual, adequamos os ideais para a nossa realidade e reforçamos o papel de cada membro da equipe multidisciplinar nestas práticas seguras. Também alcançamos bons resultados com a estruturação do processo de identificação das necessidades educacionais de pacientes e familiares, aproximando cada vez mais a família e o paciente nos cuidados prestados.
 
Um resultado que merece destaque se refere às quedas de pacientes na instituição. Ao longo do ano de 2013, o perfil de pacientes vítimas de quedas era representado por pacientes idosos, sem acompanhante e internados em unidade aberta. Pelo menos 50% dos danos decorrentes das quedas agravavam o quadro dos pacientes. A partir do gerenciamento dessas quedas e maior envolvimento de familiares no processo, conseguimos traçar ações mais efetivas e direcionadas para a população afetada. Com isso, identificamos uma sensível mudança no perfil das quedas, no perfil da população afetada e, o mais importante, eventos classificados como “sem danos”/“danos leves” ao paciente.
 
Como a Acreditação JCI ajudou o Rios D’Or a otimizar o número de internações e atendimentos da Emergência?
 
O selo de Acreditação é recente, mas trouxe-nos melhoria no processo de controle e gerenciamento de leitos. Nossas reuniões atualmente são diárias e contam com a participação das lideranças médicas, de enfermagem, hotelaria e higiene, internação e direção. Estes encontros promovem o planejamento e dão dinamismo ao processo de internação.
 
A Acreditação JCI é considerado um instrumento de apoio ao gestor para que o hospital tenha melhorias contínuas nas áreas assistencial, financeira e mercadológica?
 
Sem dúvida. A acreditação é um caminho sem volta e direciona a instituição na busca contínua de melhorias na qualidade e segurança do serviço prestado. Este caminho nos mostra que todos os elementos da linha de cuidados são importantes para um bom resultado: atendimento de qualidade e segurança ao paciente. Desta forma, é imprescindível um alinhamento dos papéis para que cada um identifique o seu negócio e o realize de forma efetiva.